Lua Nova em Gémeos, 5 de Junho / 2016

Terceira Lua Nova do ano astrológico – Sol e Lua no grau 14º do signo de Gémeos.

Deixamos um ciclo marcado pela Lua Nova de 6 de maio, em Touro, signo Fixo (concentração de energia) e do elemento Terra (segurança). Tudo tendeu a fluir de forma mais lenta e segura. Além disso, tivemos durante algum tempo vários planetas retrógrados que não facilitaram o avanço das coisas.

Iniciamos agora na Lua Nova de 5 de Junho um novo ciclo mensal de 28 dias onde o Sol (consciência) e Lua (recetividade) se encontram no signo de Gémeos (o mensageiro), potenciando uma “explosão” de informação/ideias/notícias/papelada que irá marcar o desenrolar deste ciclo. A consciência e a atenção transitam para o plano mental.

Uma das “intenções” deste ciclo é tomarmos consciência sobre a forma como gerimos e lidamos com a informação que circula na nossa vida e no mundo. Aprendermos e melhorarmos algo que nos permita continuar a extrair conhecimento da informação disponível em todo o lado, sem nos perdermos.

Algumas reflexões que podem trazer alguma ordem: Que tipo de informação procuramos? Que utilidade prática damos à informação? Ganhamos ou perdemos tempo nas redes sociais? Que filtros aplicamos? Qual o impacto do que partilhamos? Que tipo de mensageiro somos nós?

Chico Xavier dizia “A consciência é do tamanho do nosso conhecimento”, a física quântica diz, “A consciência cria a realidade”, então quanto mais conhecimento adquirirmos sobre nós e o mundo, maior capacidade de criação teremos na nossa vida, logo maior margem de livre-arbítrio. No entanto, a informação só passa a conhecimento se lher dermos um sentido e utilidade prática, se nos ajudar na nossa evolução, principalmente evolução espiritual (na minha prespectiva). Esta também é uma importante mensagem desta Lua Nova.

Configurações Planetárias

Vénus (amor, harmonia) está posicionado também em Gémeos junto ao Sol e à Lua (círculo azul da figura), e em oposição a Saturno (limites, trabalho). Este posicionamento acrescenta que a tomada de consciência sobre a forma como lidamos com a informação exigirá trabalho e algum sacrifício, mas pode ser relevante não só para desenvolvimento e realização pessoal, como também ao nível das relações e parcerias.

A formalização e revisão de acordos de parcerias tende a acontecer neste ciclo.

A Lua Nova de 5 de junho é uma das mais relevantes de 2016, vindo acelerar o desenrolar dos acontecimentos a meio do ano, através da circulação da informação. No entanto, isto não é sinónimo de facilidade até porque outras configurações acrescentam algum “caos” e instabilidade ao cenário. Sendo por isso a questão da gestão da informação bastante importante neste ciclo.

Duas outras configurações planetárias destacam-se nesta Lua Nova:
1. Grande Trígono de Terra (triângulo verde na figura)
2. Grande Cruz Mutável (quadrado preto na figura abaixo).

O Grande Trígono de Terra envolvendo Mercúrio (Mente), Júpiter (Expansão) e Plutão (Transformação) enfatiza o sentido prático, o potencial de realização e de conseguir passar das ideias à prática. Pensar grande para grandes transformações.

A Grande Cruz Mutável é uma configuração planetária “difícil”, são várias forças a puxar em diferentes direções, obrigando a lidar com a instabilidade e a incerteza. Isto pode refletir-se num período muito agitado e sem rumo bem definido. Muita informação e ideias a disparar em todas as direções. Necessidade de muitos debates até se chegar a conclusões consensuais. Debates esses que podem ser externos ou internos…

O “segredo” estará na capacidade de nos adaptarmos e sermos flexíveis. Não só adaptarmo-nos às situações externas que possam exigir isso, como sermos também flexíveis e tolerantes connosco. Nem sempre é possível “ganhar” uma discussão, nem sempre é fácil saber em que ideia pegar ou projeto apostar, nem sempre é claro a direção a tomar, nem sempre conseguimos por em prática o que pensamos, tudo leva o seu tempo e em fases de transição, não existe definição.

Analisando um pouco esta Grande Cruz Mutável no contexto desta Lua Nova, com foco na questão da informação e do conhecimento, podemos tirar algumas mensagens:

    • Para transformarmos a informação num conhecimento que nos consiga orientar em fases de instabilidade, e que nos ajude a construir um futuro com mais sentido teremos que transcender barreiras culturais, religiosas, ciêntíficas… que nos impedem de ver mais além. – Sol, Lua, Vénus em Gémeos em oposição a Saturno em Sagitário.
    • É preciso por em prática no dia-a-dia ideias assentes em ideais mais elevados que promovam mais cooperação entre o homem e que permitam uma gestão dos serviços mais sustentável. – Júpiter em Virgem em oposição a Neptuno em Peixes.
    • Por em prática uma nova visão da realidade que implica abandonar formas antigas de pensar é desafiador, mas no fim dará um novo sentido à vida –  Júpiter o ponto focal de um dos t-square.
    • Estar desperto para um conhecimento mais espiritual que transcende as barreiras da ciência, religião,… é desafiador, mas provavelmente a única via para uma evolução à larga escala. – Neptuno  o ponto focal de um dos T-square.

Em última análise diria que esta Lua Nova contém em si o potencial, se estivermos preparados, de fazermos um shift ou darmos um “salto” maior na forma como compreendermos a realidade atual do mundo e da nossa vida. Entendermos que estamos num momento de transição e por isso o caos é normal e necessário.

“Não é o mais forte que sobrevive. Nem o mais inteligente. Mas o que melhor se adapta às mudanças” – Charles Darwin.

Para uma análise mais individualizada, quem tem o seu mapa astral pode ver o número da casa astrológica iniciada pelo signo de Gémeos e através do significado dessa casa fazer algumas deduções, contextualizadas à sua vida. Será nessa área de vida onde a questão da adaptação, aprendizagem e/ou gestão da informação pode ser mais relevante.

Pessoas com o Sol, a Lua, Ascendente ou regente da carta nos graus 13º, 14º e 15º de Gémeos, Virgem, Sagitário e Peixes poderão tirar mais proveito desta Lua Nova.
Pessoas com forte ênfase em signos fixos poderão ter mais dificuldade em adaptar-se às circunstâncias.

Stay Mindful and Go with the Flow
Fica Atento e Segue o fluxo

———
obrigada pela partilha do meu trabalho |  Mónica Teixeira | Serviços

quote-Marc-Ostrofsky-theres-chaos-out-there-and-chaos-means-222432

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *